Quem faz tudo não faz nada

Diante de todas as pergunta feitas a quase todos os advogados no Brasil, uma me deixa preocupado quanto a sua resposta “Qual a sua área Dr”  a pior resposta que pode ser dada é “Eu faço tudo”.

Atuar em todas as áreas do Direito pode ser sem sombra de duvida um erro grave para advogados iniciante ou ate mesmo os mais experientes, pois sabemos que diante da vasta quantidade de informação que circula em nossa profissão, é humanamente impossível alguém fazer tudo, pois cada área tem suas particularidades e o pleno conhecimento é necessário para não prejudicar nosso cliente.

A realização de procedimentos judiciais de forma superficial poderá trazer um prejuízo irreparável para o cliente, nem mesmo agravo de instrumento poderá resolver, tendo em vista que em sua maioria, o prejuízo não é doloso, pois por falta de conhecimento o advogado poderá utilizar métodos rasteiros para resolver certos procedimentos nas demandas judiciais ou extrajudiciais.

Porem, para que algumas demandas não passem batidas e você não possa tirar nenhum proveito disso, é importante que você se municie de parceiros, isso mesmo, procure seu amigo de faculdade que você tinha proximidade na graduação, procure saber as área de atuação para que juntos vocês possam realizar tal procedimento com divisão de honorários, sabendo que o cliente é seu e apenas você poderá prestar atendimento a ele, ou então em conjunto com o parceiro.

Ou se você for mais audacioso, contrate um colega para que o mesmo possa fazer a demanda para você, pois a segunda etapa de quem empreende é virar advogado empresário, sair da condição de autônomo e virar empresário, não necessariamente você deverá ter uma estrutura robusta para praticar tal função, precisamos fazer o que podemos com o que temos, se ficar esperando o momento certo, esse momento nunca chegará, pois são poucos os momentos que temos tudo para vivê-lo.

Importante é não perder o cliente e atende-lo com qualidade e com o resultado esperado, não necessariamente você precisará sempre fazer tudo, se unir a parceiros e saber dividir é algo que faz toda a diferença, pois quem divide sempre ganha mais.

Sempre que agregar um parceiro ao seu negocio, ofereça os seus serviços em sua especialidade para o mesmo, importante antes de fechar a parceria, acertar como será o rateio dos honorários e como as tarefas serão divididas, pois dessa forma, a possibilidade da consolidação da parceria é certa.

Sobre o autor

Denilson Ferreira

É advogado, pós graduado em Direito Publico e Direito de Família, cursando MBA em Gestão em Marketing é apaixonado por empreendedorismo, milita na área civil e de propriedade, responsável pelo núcleo civil da DF& Advogados e é o criador da comunidade jurídica PautAberta. @pautaberta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *